Momento
Experimentamos nesta última década, especialmente nos últimos 3 anos, uma revolução em termos de sistemas de visibilidade para a área logística. A evolução permanente dos processos, aliada ao avanço tecnológico, trouxeram significativos ganhos operacionais para as companhias. Vale lembrar que crises econômicas também são um combustível importante nesta equação, pois forçam a impulsão das empresas em mercados competitivos.

Tudo isso contribuiu para uma década de inovações e novos projetos: sistemas de monitoramento, BI, APP para todos, e muito, muito dado para ser trabalhado. A última fronteira destas ondas foram as torres de controle logístico.

Entramos em 2020 com uma explosão de projetos de torre de controle nas áreas de logísticas das empresas. O barateamento das telas LED de grande porte, aliado aos benefícios da gestão à vista fizeram com que muitas empresas iniciassem seus projetos de Torre de Controle (ou “Control Tower”, em inglês).

De olho nessa demanda, a RunTec inaugurou em fevereiro/20, seu novo escritório, que agora conta com um showroom de torre de controle. A empresa percebeu que que os clientes queriam ver e “pilotar” suas torres de controles em um ambiente real, para que pudessem materializar seus projetos.

A iniciativa deu certo logo de cara. Foram mais de 10 clientes que visitaram o showroom nas duas primeiras semanas. E a agenda está cheia para as próximas semanas.

Estrutura de dados e Processos
Porém, é importante ressaltar que a construção de uma torre de controle deve ser feita de forma estruturada. Assim como a construção de uma casa, o primeiro passo é construir o alicerce. E, não se engane: no caso de uma torre de controle, o alicerce é justamente a parte mais trabalhosa, custosa e demorada.

Não é incomum vermos empresas contratando arquitetos e comprando enorme telas LED, antes de pensarem nos indicadores que serão monitorados pela torre de controle e, principalmente, quais processos e sistemas serão adotados para proverem estas informações.

Neste caso, seria como construir uma casa iniciando pelo acabamento. Assim como não é possível instalar os azulejos antes de subir as paredes, também é preciso começar o projeto de torre de controle precisa com a definição de ferramentas (sistemas) e dos processos.

Para suprir esta demanda do projeto, a RunTec oferece a Suíte HODIE, que é simples de operar, e muito abrangente: são 9 módulos integrados, que tornam a suíte HODIE uma das mais completas e potentes ferramentas de monitoramento e visibilidade logística do mercado, cobrindo os processos desde o ciclo do pedido, até a logística reversa.

O processo de implementação do HODIE, adotado pela RunTec, também converge para uma construção de projeto de torre de controle, uma vez que a empresa estuda os processos “as is” do cliente e, junto com sua equipe de negócios, desenha um processo “to be” que vise uma otimização das operações.

Estrutura física
Por fim, é chegada a hora de implementar a estrutura física da torre de controle: telas, videowall, layout da empresa e equipes precisam ser revistos.

É preciso dispor o mobiliário orientado para as telas, para que os alarmes sejam disparados pelos sistemas, e visualizados pelos usuários que tomarão as ações. As equipes também precisam ser treinadas e preparadas para atuarem de maneira estruturada, para que a torre de controle realmente funcione.

Disciplina
O resultado deste trabalho é, sem dúvida, muito gratificante. Um projeto bem implementado é motivo de orgulho para todos os envolvidos, que podem olhar para trás, e ver que todo o trabalho (que não é pouco) valeu a pena.

Mas, não devemos pensar que acabou: depois da implementação, inicia-se um desafio de igual ou maior complexidade, que é a manutenção da torre de controle em operação.
É fato que o dia a dia das operações logísticas geram dezenas, centenas de exceções, alertas, alarmes que demandam muito trabalho e tratativa das equipes. Então, é preciso estar preparado para manter a sua torre de controle operando, caso contrário, os indicadores começaram a acumular atrasos e pendências.

Completando 20 anos de experiência em softwares para logística, a RunTec vem trabalhando junto a seus clientes para construir e manter a visibilidade em suas operações logísticas!


Artigo publicado no dia 2 de setembro de 2020 em linkedin.com